filosofia

Todas as pessoas, quando passam por algum momento de dificuldade ou tristeza, demonstram as suas verdadeiras faces. Já saio na primeira frase generalizando porque realmente não existe alguém tão bom que possa estar ileso de viver um momento ruim e não ser nem dez por cento egoísta em relação ao que está vivendo. Quando o calo aperta mostramos quem realmente somos, isso porque a percepção de quem somos para nós mesmos já é diferente do que é na realidade. Complexo? Sim, muito, e é por isso que vivemos esta vida com tamanho ranço e filosofia. 

Somos mestres em dialogar com nossa mente para encontrar soluções que não nos machucarão, o que nem sempre acontece. Filosofamos acerca dos problemas mais fundamentais porque gostamos mesmo é de complicar as coisas. O melhor quase sempre, seria deixar pra lá, e seguir vivendo. Mas principalmente a mulher não consegue. Eu, não consigo. Deveria deixar mais Deus no controle das coisas, afinal Ele é Deus e sabe o que faz. Mas ao invés disso, tomo as rédeas da minha situação. Sempre. Acabei de ler um livro e um filme de um livro. O primeiro “Jesus, e este crucificado” é de um cristão chamado Martin Lloyd-Jones. Este livro fala da vida de Paulo (apóstolo) em relação a Jesus, e que ele apagou de toda a sua carreira as ciências envolvidas e ficou apenas com Jesus. O filme, “O mundo de Sofia” uma produção alemã (eu acho), belíssima, carrega filosofia e história em sua essência. Ambos são extremamente contraditórios, mas fato é que tirei lições das duas partes, mais da primeira, claro. 

Começarei pelo filme. Este fala sobre a essência da vida e o que fazer dela quando se percebe sua brevidade. Sofia é uma menina que encontra, em meio a vários filósofos, respostas às indagações impostas a sua mente através de um amigo coroa que aparece em sua vida. Ficção ou não, as frases como Quem eu Sou? De onde vim e para onde vou? Qual a origem do mundo? Estamos aqui afinal ou somos apenas reflexo do que virá? São perguntas que muitos de nós já fizemos mas que sem respostas aparentes, transitamos para o próximo gole. Este filme me fez refletir muito acerca dessas coisas, mas mais ainda que eu tinha todas essas respostas se, unida ao livro do Pr. Martin entendesse que tudo converge para Jesus. Quando estamos submersos em problemas e queremos explicações para resolve-los , encontramos EM Jesus todo suporte e apoio necessário para entender tudo. Porém dificilmente recorremos em primeira instância a este Deus. 

Paulo, na sua carta aos corintos revela que nenhuma das pesquisas filosóficas ou nenhuma formação ao pés de Gamaliel foram aptas para entregar a ele o conhecimento adquirido aos pés de um ser maior: JESUS, o rei da glória. Perdemos tanto tempo com buscas desenfreadas de conhecimento por todas as áreas de pesquisa; afinal precisamos pregar para as multidões e em nós deve ser achado algo mais do que uma bitolação religiosa. NÃOOOO!  Em Cristo, e este crucificado, temos toda a sabedoria necessária aos homens caídos para encontrarem o que realmente importa: A SALVAÇÃO. Perdemos tempo ouvindo pregadores eruditos que filosofam acerca de muitas questões, que nos provam cientificamente isso ou aquilo, mas que ainda nos deixam confortáveis o suficiente para não percebermos o que realmente somos: pecadores nas mãos de um Deus irado. 

Não que a busca por vários conhecimentos não seja bom. É bom, mas não é e nunca será tudo. Precisamos que haja em nós manifestação de poder. Poder que vem dos céus. Conhecimento: o mundo está cheio e cada vez mais saturado. Precisamos  do evangelho: “poder de Deus para a salvação”. Para que, quem sabe um dia, sejamos como Paulo: separados para o evangelho de Cristo, considerando tudo o mais como refúgo. 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s