daqui de dentro

Que coisa mais difícil assumirmos sem nenhum constrangimento, os nossos erros mais banais. Segundo uma nova (e experiente) amiga que fiz recentemente, quando chegamos a reconhecer erros nos outros, inconscientemente estamos assumindo que possuimos aquele mesmo “defeito”.. sábias palavra… Faria com isso um belo cordel em sua homenagem…

Constatei que de uma vez por todas não posso mudar ninguém. As pessoas fazem as suas escolhas e são responsáveis por elas. Pessoalmente, sofro com isso, mas por vista, infelizmente, não tive fé neste ato, assim decidi que não tomarei mais nenhuma decisão baseada nas escolhas alheias. Apenas se tiverem alguma implicação direta à mim. Posso chamar isso de egoísmo? Eu posso, você não, então: minha escolha!

Ficou confuso acima… aff… Mas prefiro entender que: Entendo o que motiva as escolhas alheias e as minhas, e desde que não prejudique a outrem, tomarei – as de acordo com o que Deus quer. Este é o fundamento. Ou deveria ser. Complexo? Ahhh, todo mundo sabe que é…

De três pessoas esta (mesma) semana ouvi sobre psicossomatia… Acho que estou entrando em uma patologia grave (rindo mtooo rs)… Vou ali me internar em uma máquina sibernética supersônica e prometo voltar novinha em folha, ok? rs rs rs #essafoiboa [óóóóótima]… Afinal, alguém aqui é normal??? kkkkkkkk

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s