depois da tempestade

Uma das mais belas passagens da Bíblia é uma história bem familiar que evoca nosso cotidiano. Parece até que foi tirada do jornal do dia. Jesus navegava com os seus discípulos pelas águas serenas da Galiléia, acariciados por uma brisa suave. De repente, a calmaria dá lugar à tempestade; os ventos sopram em sentido contrário, e o mar tranquilo fica revolto por onda violentas. O pânico se instala a bordo, e o barco começa a naufragar.

Muitas pessoas já experimentaram na vida algum tipo de situação em que, de repente, tudo se transtorna. Do casamento às finanças, do trabalho aos relacionamentos, enfim, a vida é visitada por um “furacão” que, ao passar, deixa um rastro de destruição.

Geralmente, quando isso ocorre, a primeira reação é de revolta. Achamos que Deus está sendo injusto conosco. Na verdade, nunca estamos preparados para enfrentar catástrofes. Imaginamos que somos imunes às tragédias da vida. Isso é puro engano! Ninguém está isento de provações ou frustrações.

Pouco a pouco, percebemos que as esperanças foram espalhadas pelos ventos. Nossas defesas, uma a uma, vão sendo destruídas, e nossas forças se vão. O casamento desmorona; as finanças entram em colapso; a família fica distante; para as doenças, não há remédios eficazes. Os traumas e frustrações com situações difíceis distorcem as visões do horizonte e ampliam a desilusão!

Uma terceira possibilidade real, em meio às águas turvas, é a sensação de vitória! Todo vento forte também é passageiro. O relato bíblico reforça a idéia de que ‘depois da tempestade, vem a bonança” (Lucas 8.22-25). Certamente não é muito fácil agir com serenidade e firmeza quando tudo é ameaçador. Todavia, quem não sabe manter a calma em meio às turbulências da vida não saberá jamais encontrar o caminho até as águas tranqüilas. Há sempre um porto na rota dos oceanos!

Nesse episódio bíblico, os discípulos de Jesus, percebendo a ameaça de naufrágio, clamaram pelo Mestre, e logo veio o socorro e a vitória. Quando Jesus ordenou, as águas e os ventos se aquietaram, em obediência a Ele. Então, reinou a paz. 
Não entre em pânico quando alguma tempestade o ameaçar! Não permita que a revolta domine o seu coração, ou que mágoas venham sujar a tua alma, atrapalhando até mesmo teu relacionamento com Deus! A vida também é feita de experiências amargas, em diversos âmbitos. O indispensável é saber que Deus está no barco da sua vida; então, ele não vai afundar, e a vitória virá!!!!!!!!!!!!!!!!!”

trecho do livro: Quando vem a brisa de Estevão Fernandes
e também veio pra mim como um presente de Deus através da mãe
mais maravilhosa do mundo, a minha. Acredite no poder da oração!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s