almoço

“Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós. Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos”

II Coríntios 4:7/9

Independente de como nos sintamos física ou espiritualmente, estamos aqui para que uma obra seja cumprida ATRAVÉS de nós. Lembrei do texto acima quando vim escrever este post, porque estou muito feliz com o que aconteceu!

Temos aula com uma professora russa muito especial. É uma moça de 23 anos que está tentando a vida com seu namorado aqui em Moscou. Ela é muito querida, porque diferente de muitos russos que temos conhecido ela é bem cuidadosa e zelosa com seus alunos. Numa dessas aulas, ela nos ensinou pratos russos, e um pouco da cultura russa. E do nada marcou um almoço que aconteceu exatamente há meia hora atrás! rs

Como disse nos posts anteriores, eu nao estava nada legal, não queria nem sair de casa E ainda por cima, estou com um probleminha fisico que está temporariamente impedindo de fazer as coisas. Mas hoje eu acordei muito sem vontade, porém creio que foi o Espirito Santo que ministrou ao meu coração que se quisermos ganhar os russos temos que nos sacrificar. Todo o sacrificio já foi feito, então o que fazemos hoje não é nada. É simplesmente o cumprimento do que precisa ser cumprido. rs

Como hoje é o único dia em que podemos acordar tarde, foi “osso” ter que despertar do soninho bom. Mas fomos a casa da professora, levando o que ela pediu: leite, maionese e kani ( oO ). Levamos refri e também suco, porque temos percebido que os russos não gostam muito de refri e nem de coisas muito doces.

Quando chegamos (ela mora em um república como nós, um lugar muito humilde), fizemos uma salada, carne de porco (cozida no vapor e por favor não me pergunte como comemos…) e panquecas com brigadeiro (que a Lery fez) para a sobremesa.

Antes de comermos, pedimos a palavra a ela para agradecermos a Deus pela refeição e também pela vida dela. Sentimos que ela ficou bastante feliz com isso, mas principalmente nós que além dela ter aberto sua casa, abriu também o seu coração.

Depois apresentamos o brigadeiro a ela e comemos juntas… Ela gostou. Depois ela nos deu presentes… A mim um perfume, a Day um creme, a Lorena um livro de receitas e a Lery um sabonete. Acho que isso é bom, não sabemos neh? Mas de uma coisa eu sei porque eu convivo com as meninas aqui e eu vejo, uma vez que elas abrem a porta, elas confiam. Temos que fazer por onde.

Gente, nos ajudem em oração por esta vida! É uma vida, mas é a vida preciosa pela qual Jesus morreu! Que Felicidade no coração. Mesmo tudo tão esquisito na MINHA VIDA, estou podendo a cada dia entender o que é não te-la por preciosa, e doa-la para alguem que não tem nada! Que realização! Vale a pena. Não precisamos de coroa, se tivermos essa coisa maravilhosa que é o Espirito de Deus invadindo o nosso ser e trabalhando em nós, seres tão incapazes.

E benção é sempre completa né? Esta professora me convidou junto com a Lorena para nos dar aulas de russo particular (de graça e além das que já temos com ela na faculdade) e em troca ela gostaria de aulas de Português. Falamos que não precisava nos dar aulas de russo, mas ela insistiu. Isso é maravilhoso para o nosso desenvolvimento aqui. Isso é um mimo do Senhor! Até porque com as aulas que tenho dado aqui, preciso de ajuda mesmo com a didática russa. Por favor, quando lembrarem orem por isso também. Por capacitação!

Obrigada Senhor.

Deus abençoe – Seja sal!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s