perdão

Estou começando a acreditar que algumas pessoas, quando chegam a momentos decisivos de suas vidas, tem duas opções, isolar-se ou pedir perdão. Escolhi o caminho mais difícil hoje, especificamente hoje: pedir perdão. Falei com duas pessoas que eu não lembrava, mas tinham muita raiva de mim e, de alguma forma, deviam lançar maldições todas as vezes que o meu nome era tocado numa roda dessas que eu frequentei. A respeito de uma delas, eu sonhei que estava escarnecendo de mim, me chamando de namoradinha de Jesus, ora, se esta for a maior ofensa que eles tem… glorifico a Deus!!! Em resposta ao sonho que só eu tive e que mais ninguém soube digo, não somente namoradinha, como namoradooona e noiva do Senhor!!!!! A outra, me zombou também, mas diretamente, e aquilo machucou muito o meu ego, para esta, se algum dia ela ler isso aqui, digo que não tenho mais ego para machucar… não me importa mais… E percebi que nada disso valeu a pena na minha vida, apenas para levantar a minha falsa moral de barraqueira… Logo depois dos pedidos (sei que tem mais pessoas), li este texto, que deixo como a reflexão mor do dia de hoje:

RECUPERANDO SUA HONRA

Ruben, filho de Jacó, perdeu os privilégios e as bênçãos que sua posição como primogênito lhe proporcionava por ter violado o leito de seu pai (Gn. 35:22).

Além disso, ele compactuou com seus irmãos quando mentiram sobre o que realmente acontecera com José. Mesmo sendo contra a morte de José, não agiu de modo a impedir que o irmão mais novo sofresse (Gn. 42:9-14, 21, 22).

Será que como primogênito ele poderia ter impedido seus irmãos de intentarem contra José? Ou então poderia ter contado a verdade ao seu pai?

A passividade e o medo paralisaram Ruben nas decisões e atitudes que marcariam sua vida para sempre.

Tempos depois, ele teve a oportunidade de agir corretamente. A frustração, a culpa e a dor do passado estavam novamente a sua frente.

Ruben assumiu a responsabilidade por seu outro irmão, Benjamim, colocando sua linhagem como garantia para poder resolver o impasse provocado por José no Egito. (Gn. 42:37)

A atitude do “AGORA” estabeleceu seu “FUTURO”.
Sua confiança foi restabelecida e sua posição proativa perante seu pai e sua família o fez recuperar a honra.

Remova a passividade de sua vida e quebre qualquer pacto com a mentira. Entre em uma temporada de arrependimento e analise suas atitudes.

SUA ATITUDE AGORA ESTABELECERÁ SEU FUTURO.

– acredite –

Deus abençoe

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s